Transtornos alimentares são patologias sérias que podem levar a morte do paciente, é importante deixar isso claro já de início. Além disso, muito se engana que é mera “frescura” de quem vive essa realidade ou algo que não deve ter a atenção médica, caso você esteja passando por isso em sua vida.

Para isso, falarei brevemente sobre as causas do aparecimento desses transtornos e você perceberá o quão complexos são e, as razões pelas quais é preciso uma equipe multidisciplinar para combatê-los. Pois, nunca há uma razão isolada para o aparecimento dos mesmos.

Os transtornos alimentares podem ser fruto de aspectos biológicos, genéticos, psicológicos, socioculturais e/ou familiares. Um paciente pode ser diagnosticado com alguma dessas patologias por um psicólogo, por exemplo, mas o processo de reeducação alimentar é realizado por um profissional de nutrição.

Saber que transtornos alimentares são quadros graves e de grande risco potencial é um alerta para que todos busquem o tratamento mais rápido possível. Vencer o preconceito contra essas doenças é o primeiro passo para a cura.