Os suplementos vasodilatadores prometem aumentar a irrigação sanguínea, melhorando a perfusão muscular. Em outras palavras, a vasodilatação promoveria o aumento da oxigenação dos tecidos musculares, aumentaria o aporte de nutrientes e auxiliaria na remoção de produtos metabólicos (ácido lático, por exemplo) que levariam ao catabolismo muscular.

Em geral, estes suplementos são compostos por arginina pura ou seus derivados. A arginina é o aminoácido precursor do óxido nítrico, um potente vasodilatador. Mas diversos estudos têm demonstrado que o efeito da suplementação de arginina tomada no pré-treino não é significativo, e que a própria contração muscular é suficiente para provocar a perfusão máxima. E o exercício por si é capaz de provocar uma resposta acentuada em relação à produção do hormônio do crescimento (importante para o crescimento celular); inclusive a ingestão de suplemento de arginina antes do treino acabou por reduzir essa resposta.

Então fica evidente que a suplementação vasodilatadora não é interessante para melhorar o desempenho do treino, mesmo que a arginina tenha papel na vasodilatação e perfusão tecidual. Se o seu objetivo for melhorar o desempenho do treino, existem outras estratégias para isso. Fale com seu nutricionista para saber mais.